17:47 | Sexta-feira, 31 de Outubro de 2014


Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

INÍCIO NOTÍCIAS ARTIGOS EVENTOS PALESTRAS/CONTATO ONGs/SERVIÇOS BIBLIOTECA DICIONÁRIO FIQUE POR DENTRO CADASTRE-SE QUEM SOMOS
Atendimento psicológico de pessoas trans é discutido em jornada no CRT-SP
 

30/10/2014 - 17h

A manhã desta quinta-feira (30) foi marcada pelo debate sobre a importância da psiquiatria e da psicologia para travestis e transexuais, durante a 1ª Jornada de Sensibilização no Atendimento a Pessoas Transgêneros. O psiquiatra Luis Pereira Justo defendeu o diagnóstico de transexualismo como parte da saúde integral desta população. Ele falou sobre o transtorno mental que as pessoas transexuais sofrem por causa da incompatibilidade entre corpo e mente. "Trata-se de transtorno de gênero, não de doença", disse o médico do Ambulatório de Saúde Integral para Travestis e Transexuais.


+ Continue Lendo







Mais notícias

Miley Cyrus estrela campanha da MAC de combate à aids

Político russo diz que executivo da Apple deveria ser banido do país por ser gay: “Vai nos trazer aids, gonorreia, ebola?”

1º de Dezembro: Teresina tem um mês inteiro de combate e prevenção à aids

Professor Mário Scheffer defende conselhos populares, em entrevista ao portal Uai

Casos de aids em adolescentes dobram em Salvador em um ano, segundo ‘A Tarde’

+ LEIA TODAS // CADASTRE-SE E RECEBA NOTÍCIAS


BUSCAR 
APOIO








Videos/Entrevistas
Trio Solidário na Parada Gay 2014
EVENTO
3º Encontro Latino-americano e Caribenho de Jovens Vivendo com HIV/Aids

Grupo de Apoio à Prevenção à Aids da Bahia (Gapa BA) e a Rede Latino-americana e Caribenha de Jovens Vivendo com HIV (J+LAC), em parceria com o Departamento Nacional de DST/Aids e Hepatites Virais, realizam, no período de 26 a 30 de novembro de 2014, na cidade de Salvador (BA), o 3º Encontro Latino Americano de Jovens Vivendo com HIVAIDS: Protagonismo e Resistência na Redução de Vulnerabilidades.

+ Continue Lendo

ARTIGO
Eleições 2014: As redes sociais fortaleceram a participação dos eleitores


*Por Diego Callisto



Sem sombra de dúvidas, as eleições 2014 evidenciaram o poder e a influência das redes sociais na decisão do eleitor brasileiro. Na corrida eleitoral desse ano, definida por críticos e pesquisadores como a mais violenta, imprevisível e acirrada da história desde 1988, quando o segundo turno foi instaurado, muito foi feito no sentido de descaracterizar, diminuir e até desconstruir determinado candidato.

Foram vídeos curtos distribuídos para viralizar, memes, gifs, banners, charges, twittaços, pins, avatares e inúmeras ações de incidência política em locais como Facebook, Instagram, Twitter, Youtube e até Whatsapp. O objetivo era fortalecer a candidatura política e sua abrangência no território nacional para conquistar cada vez mais eleitores.

O alvo dessa campanha foi, sobretudo, os jovens, que viveram o momento histórico das manifestações de junho no país traduzindo em atos a insatisfação com a gestão atual. Os mesmos que não conheceram o outro lado de governar ou têm pouca referência do governo do PSDB na presidência. Ou seja, referências necessárias para que pudessem comparar os dois modelos de governança e, diante desse cenário, avaliar qual o lado da moeda, dentre essa polarização histórica PT-PSDB, melhor traduz seus anseios, expectativas e desejos.



Autor: * Diego Callisto é integrante da Rede Nacional de Adolescentes e Jovens Vivendo com HIV/Aids, do Fórum Consultivo de Juventude do Unaids e do Pacto Global para o Pós-2015.
+ Continue Lendo

Apoio Institucional

 
AV. PAULISTA, 2073 • HORSA 1 • 8º ANDAR • CJ 822
CEP 01311-300 • CERQUEIRA CÉSAR • SÃO PAULO • SP
TEL. 055 11 3287.6933 / 3266.2107
© TODOS OS DIREITOS RESERVADOS • AGÊNCIA DE NOTÍCIAS DA AIDS • 2010