21:04 | Sexta-feira, 24 de Outubro de 2014


Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

INÍCIO NOTÍCIAS ARTIGOS EVENTOS PALESTRAS/CONTATO ONGs/SERVIÇOS BIBLIOTECA DICIONÁRIO FIQUE POR DENTRO CADASTRE-SE QUEM SOMOS
Relatório da OMS diz que nove milhões de pessoas desenvolveram tuberculose em 2013. Destas, mais de um milhão vivem com HIV
 

23/10/2014 - 14h

Aproximadamente nove milhões de pessoas desenvolveram tuberculose em 2013, 500 mil casos a mais do que o estimado previamente, revela relatório da Organização Mundial da Saúde (OMS) publicado nesta quarta-feira.De acordo com o texto, a melhora nas técnicas de detecção, a coleta e a divulgação de informações proporcionaram a descoberta desses casos extras. Apesar disso, apenas seis milhões foram realmente diagnosticados, ou seja, três milhões de pessoas estão fora do sistema, e, portanto, não têm acesso a tratamento. Foi o que afirmou em entrevista coletiva Mario Raviglione, diretor do Programa Mundial sobre Tuberculose da OMS.


+ Continue Lendo







Mais notícias

Projeto Advocacy em Saúde: Recomendação 200 da OIT, que trata de HIV/aids no mundo do trabalho, enfim, chega ao Itamaraty

`Neta da puta`: Tatiany Leite retrata avó Gabriela Leite em documentário

Rio de Janeiro recebe R$ 30 mi para ações de atenção à saúde

Número de casos de aids cresce em Roraima, aponta Sistema da Saúde

Sites de contatos para gays colaboram com luta contra aids nos Estados Unidos

+ LEIA TODAS // CADASTRE-SE E RECEBA NOTÍCIAS


BUSCAR 
APOIO






Videos/Entrevistas
Trio Solidário na Parada Gay 2014
EVENTO
3º Encontro Latino-americano e Caribenho de Jovens Vivendo com HIV/Aids

Grupo de Apoio à Prevenção à Aids da Bahia (Gapa BA) e a Rede Latino-americana e Caribenha de Jovens Vivendo com HIV (J+LAC), em parceria com o Departamento Nacional de DST/Aids e Hepatites Virais, realizam, no período de 26 a 30 de novembro de 2014, na cidade de Salvador (BA), o 3º Encontro Latino Americano de Jovens Vivendo com HIVAIDS: Protagonismo e Resistência na Redução de Vulnerabilidades.

+ Continue Lendo

ARTIGO
Fascismo homofóbico no debate presidencial


*Por Toni Reis


Segundo sua Constituição, o Brasil é uma república democrática. Entre outras coisas, isto significa a participação igualitária direta ou indireta do povo no governo do país. Não significa que a maioria pode impor sua vontade às minorias, nem o contrário. Significa que todos e todas têm voz e vez.

No debate na Rede Record no domingo ( 28/09/2014) com candidatos/as presidenciais, Levy Fidelix (PRTB), numa postura que não condiz com o cargo que pleiteia, desafiou em relação às pessoas lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais (LGBT): “Vai para a [avenida] Paulista e anda lá e vê. É feio o negócio, né? Então, gente, vamos ter coragem somos maioria. Vamos enfrentar essa minoria. Vamos enfrentá-los”, demonstrando uma posição fascista de desrespeito à democracia brasileira e de incitação de ódio contra uma parcela da população.

Mais do que isso, equiparou equivocada e preconceituosamente a homossexualidade à pedofilia,taxou as minorias sexuais de doentes e incentivou a prática de sua marginalização e exclusão social; “o mais importante é que esses que têm esses problemas realmente sejam atendidos no plano psicológico e afetivo, mas bem longe da gente. Bem longe, mesmo, porque aqui não dá”.



Autor: *Toni Reis é ex-presidente da ABGLT. É doutor em educação e é casado há 25 anos com David Harrad. São pais de 3 filhos, de 13, 11 e 9 anos. Defendem todas as formas de família e o respeito à divers
+ Continue Lendo

Apoio Institucional

 
AV. PAULISTA, 2073 • HORSA 1 • 8º ANDAR • CJ 822
CEP 01311-300 • CERQUEIRA CÉSAR • SÃO PAULO • SP
TEL. 055 11 3287.6933 / 3266.2107
© TODOS OS DIREITOS RESERVADOS • AGÊNCIA DE NOTÍCIAS DA AIDS • 2010