Está no ar o segundo episódio do podcast “PodH”, da Agência Aids. Essa edição, apresentada pela jornalista Filomena Salemme, traz as últimas informações sobre o surto de monkeypox no Brasil e no mundo e o mais recente caso de cura o HIV, apresentando na última semana durante a 24ª Conferência Internacional de Aids, que aconteceu em Montreal, no Canadá.

O infectologista Marcos Borges, o dr. Maravilha, também participou desta edição e explicou o que é a PrEP e a PEP (profilaxias pré e pós-exposição do HIV). Como o próprio nome sugere, a PrEP (Profilaxia Pré-Exposição) é indicada e utilizada antes da exposição sexual, enquanto a PEP (Profilaxia Pós-Exposição) é utilizada após uma exposição sexual com indicação de prevenção do HIV. A PrEP disponível no Brasil consiste, basicamente, na prevenção da infecção pelo HIV através da tomada de um comprimido diário que contém duas medicações: tenofovir e entricitabina.

Já a profilaxia pós-exposição consiste na tomada de três medicações – tenofovir, lamivudina e dolutegravir – durante 30 dias para prevenir a infecção pelo HIV. Ela foi inicialmente desenvolvida para prevenção em casos de acidentes biológicos em ambiente de cuidado a saúde, bem como para vítimas de estupro. Tornou-se, depois, de disponibilização para casos de exposição sexual consentida.

Storytelling

Ainda entre os destaques do PodH desta quinta-feira, está a entrevista com o ativista Américo Nunes Netto, que vive com HIV há mais de 30 anos e vem se dedicando a luta contra o preconceito e pelos direitos das pessoas HIV+. Ele fundou o Instituto Vida Nova, na periferia de São Paulo, e trabalha para as pessoas com HIV e LGBTQIA+ em situação de vulnerabilidade social tenham qualidade de vida.

A médica Rosana Del Bianco, que atendeu os primeiros casos de HIV no Brasil na década de 1980, esclareceu aos ouvintes o conceito de I=I (indetectável igual a intransmissível). Ou seja, quem tem HIV, faz tratamento antirretroviral e tem carga viral indetectável há pelo menos seis meses não transmite o vírus sexualmente.

Com episódios quinzenais, o PodH da Agência Aids tem como objetivo trazer conversas bem informadas sobre HIV/aids e direitos humanos e debater de forma descontraída os assuntos mais importantes a respeito dessa temática. Os programas não são simples bate-papos, mas sim divididos em entre informação, storytelling, entrevistas com especialistas e uma coluna de curiosidades sobre o assunto tratado.

Ouça o novo episódio a seguir:

Redação da Agência de Notícias da Aids