O trabalho das ONG/aids envolve atividades externa, assistência, atendimento pessoal e acolhimento psicológico, entre muitas outras ações. Com a chegada da pandemia da Covid-19 e o isolamento social, como passou a ser realizado este trabalho? Quais as dificuldades encontradas? Como lidar com a pandemia do coronavírus dentro da pandemia do HIV/aids.

Ativistas de ONGs que atendem pessoas vivendo com HIV/aids respondem estas e outras questões em uma conversa com a jornalista Roseli Tardelli, diretora da Agência de Notícias da Aids, na live “As ONGs e a resposta à pandemia”, na próxima terça-feira, 30, às 21h.

Conheça nossos convidados:

Marta McBritton

Presidente e uma das fundadoras (1995) da ONG Instituto Cultural Barong (www.barong.org.br), instituição cuja missão é a promoção da saúde sexual e prevenção das DST/Aids, hepatites, gravidez inesperada.

 

Américo Nunes Neto

Diretor fundador do Instituto Vida Nova, coordenador do Movimento Paulistano de Luta contra a Aids (Mopaids) e ex-presidente do Fórum das ONG/AIDS do Estado de São Paulo.

 

Maria Eduarda Aguiar

Presidente do Grupo Pela Vidda-RJ, advogada, membro da Comissão da Diversidade Sexual e Gênero da OAB-RJ e da Comissão de Estudos de Direito Penal. Conselheira estadual de saúde.

 

Eduardo Barbosa

É assistente de diretoria do programa estadual DST e Aids na Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo e gerente do Centro de Referência da Diversidade. Ex-diretor adjunto do Departamento de DST/Aids e Hepatites Virais do Ministério da Saúde.

 

 

Redação Agência de Notícias da Aids

 

Serviço:

LIVE: “As ONGs e a resposta à pandemia”

Quando: 30 de junho de 2020

Horário: 21h

 

Como assistir:

Acesse a TV Agência Aids no agenciaaids.com.br ou pela página oficial da Agencia no Facebook: facebook.com/agenciaaids