Sábado, 21 de Outubro de 2017

 
 
 


Mopaids propõe seminário para debater o papel dos CTAs na cidade de São PauloMopaids propõe seminário para debater o papel dos CTAs na cidade de São Paulo

20/04/2017 – 15h

Qual é o papel dos CTAs (Centro de Testagem e Aconselhamento em DST/Aids) na política integral de luta contra a aids? É importante manter estes espaços abertos? Será que o número de exames realizados nos CTAs é o principal indicador de que este serviço funciona? Os CTAs distribuem insumos de prevenção as ISTs/aids? Os centros de testagem estão preparados para ofertar a PrEP (profilaxia pré-exposição ao HIV)? Pensando nestas e em outras perguntas, o Mopaids (Movimento Paulistano de Luta Contra a Aids) vai sugerir ao Programa Municipal de DST/Aids de São Paulo a realização de um seminário para debater a importância dos CTAs na cidade de São Paulo. O grupo quer garantir a continuidade desta politica pública sem que haja prejuízos aos usuários do SUS (Sistema Único de Saúde).

A ideia surgiu nessa quarta-feira (19), durante reunião do Mopaids. De acordo com o ativista Américo Nunes, coordenador do movimento, o objetivo é reunir todos os atores envolvidos nesta política e debater com profundidade as atividades atribuídas aos CTAs. "Depois de vários debates e reuniões sobre o fechamento ou mudanças de endereços dos CTAs Santo Amaro e Parque Ipê, na zona sul da cidade, ficou claro que muitos gestores desconhecem o papel dos CTAs na luta contra a aids. Temos que explicar", disse.

Segundo o Departamento de IST, Aids e Hepatites Virais, do Ministério da Saúde, os CTAs são espaços destinados as pessoas que não vivem com HIV/aids ou que desconhecem sua sorologia. Os centros realizam ações de diagnóstico e prevenção de infecções sexualmente transmissíveis.  
Quando os resultados dão positivos, os serviços são responsáveis por encaminhar o usuário para o tratamento nos serviços de referência.

O governo garante ainda que ao procurar um CTA, o usuário tem direito ao aconselhamento, que pode ser individual ou coletivo. As pessoas podem falar sobre as suas práticas sexuais e tirar dúvidas sobre as doenças.

Além disso, os profissionais de saúde realizam ações de prevenção dentro e fora das unidades. Os serviços disponibilizam camisinhas masculinas e femininas, gel lubrificante e kits de redução de danos.

"Não podemos aceitar o fechamento dos CTAs, vamos lutar pela manutenção e garantia desta política pública. Já sabemos que há data e hora para o fechamento do CTA de São Miguel Paulista, na zona leste, isso é um absurdo. Se essa informação for confirmada, vamos fazer uma manifestação pública em frente ao prédio da Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo", argumentou José Araújo Lima, do Mopaids.

Araújo disse que as reuniões sobre a atual situação dos CTAs com os gestores foram satisfatórias. “Conseguimos fazer barulho e garantir a presença da secretária-adjunta de Saúde [Maria da Glória Zenha Wieliczka] na última reunião da Comissão de Aids. Ela nos ouviu.”  

Também foi anunciado na reunião do Mopaids que o movimento social está reunindo documentos para um requerimento contra a Prefeitura junto ao Ministério Público do Estado de São Paulo. O Mopaids quer que o órgão responda judicialmente sobre a mudança de endereço ou fechamento dos CTAs Santo Amaro e Parque Ipê.

Outras pautas

Os ativistas elegeram o jovem Rodrigo Paiva, do GIV (Grupo de Incentivo à Vida), para representar o Mopaids na Comissão Municipal de DST/Aids . Rodrigo será suplente do professor Jorge Beloqui.

O grupo decidiu que, em maio, dará continuidade a capacitação dos conselhos gestores das unidades de saúde de HIV/aids. O encontro será no dia 19 de maio, na Associação Civil Anima.

Saiba mais

CTA Santo Amaro (SP) muda de endereço e notícia causa espanto entre os ativistas. Prefeitura diz que mudança não trará prejuízo aos pacientes

Mais um CTA, o Jardim Ipê, muda de endereço em São Paulo

Fechamento de CTAs em SP: Movimento social decide acionar Ministério Público contra decisão da Prefeitura

Secretário Wilson Pollara garante, em evento na Fiesp, que politica contra a aids no governo Dória vai seguir diretrizes do estado de São Paulo

Movimento Nacional das Cidadãs Posithivas emite nota de repúdio contra o fechamento dos CTAs na cidade de São Paulo

Ativistas voltam a criticar fechamento de CTAs em São Paulo. Gestores garantem que serviços não deixaram de funcionar

Dica de entrevista

Mopaids

Tel.: (11) 5084-0255


Talita Martins (talita@agenciaaids.com.br)